Biorigin recebeu a classificação Ouro da EcoVadis

A empresa reforça o seu compromisso com a sustentabilidade e conquista a medalha de Ouro da EcoVadis para sua unidade de Quatá, no Brasil.

Biorigin recebeu a classificação Ouro da EcoVadis e agora integra 1% dos Fornecedores com Responsabilidade Social Corporativa

(São Paulo - Brasil) - A Biorigin (Açucareira Quatá S.A.) tem o orgulho de anunciar que recebeu a medalha de Ouro da EcoVadis.

A EcoVadis é uma plataforma colaborativa que fornece classificações de sustentabilidade envolvendo fornecedores de cadeias de suprimentos globais. A Biorigin ficou classificada dentro do 1% das 55.000 empresas participantes da avaliação de Responsabilidade Social Corporativa (RSE) da EcoVadis 2019, com uma pontuação de 68/100. Este resultado proporcionou à Açucareira Quatá S.A. uma classificação ouro pela primeira vez.

“Estamos muito orgulhosos que os especialistas da EcoVadis tenham reconhecido o nosso compromisso. O status Ouro passa uma mensagem clara para nossos clientes, que atribuem importância à sustentabilidade na cadeia de valor. A certificação da Cadeia de Custódia Bonsucro das nossas unidades e o endosso a iniciativas externas sobre questões ambientais, como o Etanol Mais Verde e a participação do Carbon Disclosure Project (CDP), foram as principais conquistas para nós”, disse Gilberto Alves Santos, Analista Sênior de Meio Ambiente. “Na área de compras sustentáveis, por exemplo, contamos com critérios socioambientais para a nossa avaliação de fornecedores e adotamos a certificação Bonsucro como referência para as práticas de sustentabilidade na cadeia produtiva da cana”, acrescentou Santos.

A Biorigin tornou-se membro da EcoVadis em 2016 e, desde então, tem trabalhado para melhorar o seu desempenho. A EcoVadis avalia o desempenho de sustentabilidade com 21 critérios e quatro categorias, que abrangem meio ambiente, direitos trabalhistas e humanos, ética e práticas de compras sustentáveis. As políticas, iniciativas e os resultados de sustentabilidade foram revisados em relação aos padrões internacionais de RSE, incluindo a Global Reporting Initiative, o Pacto Global das Nações Unidas e a ISO 26000.

Segundo o diretor da Biorigin, Mario Steinmetz, a empresa está comprometida em agregar valor aos produtos de seus clientes: “Construímos um caminho sólido para demonstrar às nossas partes interessadas que nossos ingredientes, além de sua origem natural, qualidade e tecnologia, têm um importante valor ambiental agregado para as indústrias de alimentos e rações em todo o mundo”.